Make your own free website on Tripod.com
XII Copa do Mundo da FIFA - 1982
Edinho
Home

180px-edinho1987.jpg

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Edino_Nazareth_Filho

Edino Nazareth Filho, mais conhecido como Edinho, (Rio de Janeiro, 5 de junho de 1955), é ex-futebolista brasileiro, zagueiro do Fluminense, Udinese e Flamengo. Edinho também foi jogador da Seleção Brasileira e, depois que parou de jogar, passou a dedicar-se à carreira de treinador de futebol.

Edinho tinha somente 13 anos quando ingressou nas categorias juvenis do Fluminense e, cinco anos mais tarde, já vestia a camisa do time principal do Flu.

Era um jogador com imensa identidade com a torcida tricolor, por conta de seu vigor físico e da raça com que se entregava em todos os jogos, sempre saindo com a bola dominada nos pés, em arrancadas que levavam seu time ao contra-ataque e empolgavam as arquibancadas do Maracanã.

Edinho fez partr do grande time do Fluminense nos anos 70, que ficou conhecido como a Máquina Tricolor, em decorrência das conquistas dos estaduais de 75, 76 e 80.

Excelente batedor de faltas, foi o autor do gol que deu o título do Campeonato Carioca de 1980, na final contra o Vasco da Gama.

Edinho também começou cedo sua carreira na Seleção Brasileira, quando aos 20 anos de idade, fez parte na Seleção Olímipica que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 1975, na Cidade do México. Posteriormente, manteve seu lugar na Seleção Principal, tendo disputado as Copa do Mundo de 1978, 82 e 86.

Encerrou sua carreira na Seleção após a derrota para a França na Copa de 86, totalizando 87 partidas com a camisa do Brasil, das quais 28 foram pela Seleção Olímpica e 59 pela Seleção Principal.

Edinho também jogou na Udinese, da Itália, no Flamengo e no Grêmio. Contudo, a despeito das conquistas no Flamengo e no Grêmio, seu nome sempre estará fortemente ligado ao Fluminense.

Em duas passagens pelas Laranjeiras, Edinho atingiu a marca de 358 jogos e 34 gols marcados com a camisa tricolor.

Em 1991, logo após pendurar as chuteiras, Edinho iniciou sua carreira de treinador à frente do Fluminense. De cara venceu a Taça Guanabara daquele ano, parecendo que se transformaria em um vitorioso técnico de futebol.

Contudo, nas décadas seguintes, Edinho peregrinou por muitas equipes do Brasil, conseguindo conquistar somente títulos menos expressivos como a Copa Centro-Oeste e a Série B do Brasileirão.

No momento, Edinho é diretor de futebol do Clube Atlético Paranaense.

Édinho ainda virou empresário de jogadores, mas logo depois retornou á função de treinador.

volta à página inicial