Make your own free website on Tripod.com
XII Copa do Mundo da FIFA - 1982
Toninho Cerezo
Home

cerezo_t_19820702_gh_r.jpg

Antônio Carlos Cerezo, conhecido como Toninho Cerezo, (Belo Horizonte, 21 de abril de 1955) é um ex-futebolista brasileiro. Ganhou destaque jogando no Atlético Mineiro (clube o qual declara publicamente sua paixão), e também na AS Roma e na Sampdoria, ambos clubes da Itália. No fim da carreira, atuou com destaque também no São Paulo. Como treinador já trabalhou no Japão, onde teve bastante sucesso, e o último clube que treinou o Guarani Futebol Clube de Campinas.

Cerezo foi um volante com estilo clássico. Começou a carreira no início dos anos 70 no Atlético Mineiro, teve uma passagem por empréstimo pelo Nacional do Amazonas e retornou ao time mineiro em 1978.

Em 1978, Cerezo foi convocado para defender o Brasil na Copa da Argentina. Apesar da boa atuação, a seleção Brasileira ficou com o terceiro lugar, Cerezo teve atuação discreta. Na Copa da Espanha, em 1982, Cerezo foi novamente chamado, desta vez pelo técnico Telê Santana. Ele formou, ao lado de Falcão, Sócrates e Zico, um dos melhores meio-campo da história do futebol mundial. Mas nem tudo correu como o esperado naquela competição. Cerezo sofreu duras críticas por ter falhado em um dos gols marcados pela Itália, que derrotou o Brasil, por 3 a 2, e assim eliminou o forte time canarinho da competição. No ano seguinte, o volante deixou o Atlético Mineiro para jogar no futebol italiano, primeiro na Roma e depois na Sampdoria, clube no qual conquistou vários títulos.

Já veterano, Cerezo retornou ao futebol brasileiro em 1992. Indicado por Telê, Cerezo foi defender o São Paulo e mais uma vez se destacou, ajudando essa equipe a conquistar vários títulos, entre eles o Campeonato Paulista de Futebol de 1992, e o bi-campeonato da Taça Libertadores da América e do Mundial Interclubes de 1992/93. Em 1993, aos 37 anos, foi escolhido o melhor em campo na final do Mundial, entre São Paulo e Milan. Em 1994, Cerezo voltou a atuar no futebol mineiro, pelo Cruzeiro. Passou pelo Paulista Futebol Clube (que se chamava Lousano Paulista) e voltou ao São Paulo em 1996, mas a segunda passagem de Cerezo pelo tricolor não teve muito sucesso. Ainda em 1996, foi para o América Mineiro Se aposentou em 1998, aos 42 anos, de volta ao Atlético

volta à página inicial