Make your own free website on Tripod.com
XII Copa do Mundo da FIFA - 1982
Home

spanish-flag.jpg

Local: Espanha
Participantes: 24
Eliminatórias: 109
Período de Disputa: De 13 de Junho a 11 de Julho de 1982.
Campeão: Itália
Artilheiro: Paolo Rossi (Itália): 6 gols.

Fonte:
 
A Copa do Mundo de 1982 foi a 12ª Copa do Mundo disputada, e contou pela primeira vez com 24 (vinte e quatro) seleções. 105 países participaram das eliminatórias. O campeonato ocorreu na Espanha.

O Brasil, liderado por Telê Santana, chegou na Espanha com um conjunto de talentos que conquistou o país sede e encantou o mundo.

Outras grandes seleções marcaram presença na Espanha. A França de Michel Platini, Jean Tigana, Dominique Rocheteau e Didier Six; a Alemanha Ocidental de Karl-Heinz Rummenigge, Manfred Kaltz, Pierre Littbarski e Paul Breitner.

A Argentina, campeã mundial, decepcionou. Os portenhos fizeram o jogo de abertura da copa contra a Bélgica e perderam por 1 a 0. Classificaram-se em segundo lugar no grupo após vencerem a Hungria e El Salvador. Mas na segunda fase foram derrotados pela Itália por 2 a 1 e pelo Brasil, que vingava 1978 por 3 a 1, numa demonstração de força do time de Telê.

A Alemanha Ocidental sofreu uma derrota surpreendente contra a Argélia na estréia por 2 a 1. Goleou o Chile e venceu sua "irmã", a Áustria, por 1 a 0, no chamado "jogo da vergonha". Os argelinos, brilhantes, mesmo vencendo o Chile por 3 a 2 não passaram à segunda fase, devido a esta vitória alemã.

A França perdeu por 3 a 1 da Inglaterra na estréia, mas mesmo com uma campanha irregular conseguiu a classificação. Empatou com a Tchecoslováquia e ganhou do Kuwait por 4 a 1.

Já o Brasil, grande favorito ao título, estreou contra a União Soviética. Um jogo complicadíssimo. Os soviéticos fizeram 1 a 0 numa falha de Waldir Peres. A seleção errou muito, principalmente no sistema defensivo e o juiz deixou de dar 2 penaltis claros para os soviéticos. No segundo tempo o Brasil colocou os nervos no lugar e o gênio de Sócrates explodiu no gol de empate. Aos 43 minutos, Éder Aleixo dispara no ângulo de Rinat Dasaev: Brasil 2 a 1. A equipe de Telê então venceu a Escócia, de virada de novo, por 4 a 1. Zico brilhou com um bonito gol de falta. Contra a Nova Zelândia a seleção canarinho novamente venceu por goleada, 4 a 0. Na segunda fase o Brasil enfrentaria Argentina e Itália. Primeiramente, o Brasil bateu a Argentina por 3 a 1, num jogo em que a imagem de Júnior sambando à beira do campo após marcar um dos gols canarinhos tornou-se emblemática.

A Itália jogou 3 jogos péssimos na primeira fase, empatando com Peru, Camarões e Polônia, e só se classificou por ter mais gols marcados. Na 2ª fase a mística da Azzurra incendiou a equipe, que disparou rumo ao tricampeonato. Na 2ª fase a Itália venceu a Argentina por 2 a 1, o Brasil por 3 a 2, nas semifinais a Polônia por 2 a 0 e na final a Alemanha Ocidental por 3 a 1, com show do craque Paolo Rossi nesses últimos três jogos.

A Alemanha passou à final após uma vitória épica contra a França de Platini. No tempo normal, 1 a 1. Na prorrogação, a França chega a fazer 3 a 1. Mas, os alemães, liderados por Rummenigge, buscaram o resultado e empataram o jogo em 7 minutos, numa das mais espetaculares reações de todos os tempos. Na primeira decisão por pênaltis da história, deu Alemanha. O lado lamentável foi a covarde agressão que o goleiro alemão, Harald Schumacher, cometeu sobre o atacante francês Patrick Battiston, que caiu no chão sem sentidos, o que fez muitos acreditarem que ele tinha morrido.

Paolo Rossi foi o carrasco brasileiro com 3 gols no jogo, ainda marcou mais 3 e foi o artilheiro da Copa de 1982. A Itália é tricampeã, igualando-se ao Brasil, que foi brilhante, mas não levou o título.

Eliminatórias

Fase Final

Bola Oficial

Mascote

Artilheiro da Copa:

Paolo Rossi (Itália): 6 gols.

Astros da Copa

A Seleção da Copa

Frases

Curiosidades

Elencos

Fotos

volta à página inicial